sexta-feira, 8 de março de 2013

Nada é por acaso...

Tudo na vida tem um porque e um pra que. Olhares, atrasos, desventuras e mudanças de planos. Existem compensações para isso que de cara não são entendidas, precisam de uma longa reflexão. As surpresas estão  no combinado que não deu certo, na ligação não atendida, no anel perdido, nas aproximações repentinas.
Quando uma porta de fecha com uma batida estrondosa, outra se abre lentamente isso pode não ser notado brevemente, mas que outra explicação teria para essa vida tão cheia de idas e vindas? Destino? Talvez...
Nada, absolutamente nada, acontece em nossas vidas por acaso, independente dele ser bom ou ruim. Na verdade esses acasos podem ser apenas mau interpretados em determinadas situações.
Na maior parte dos dias que rege o curso natural da vida, nada de surpreendente ou mágico acontece, são apenas dias repetidos com sofrimentos contidos ou felicidade inexplicável, enquanto que de repente em um dia específico tudo muda a nossa volta mesmo que não exista uma mera percepção.
Um dia, um encontro, um atraso, um não, um talvez, tudo tem um significado.
     

Nenhum comentário:

Postar um comentário