terça-feira, 26 de março de 2013

E se não fosse você?

E se você não estivesse aqui para segurar a minha mão ? Se não me abraçasse nas horas em que mais preciso de um abraço? Se não falasse que me ama quando sinto meu mundo desabar? Se não fizesse de mim a pessoa mais feliz do mundo, como ninguém antes foi capaz? 
Não sei como seria, não sei o que faria nem onde eu iria e nem com quem falaria. As vezes acho que não te mereço e fico tentando entender o que você faz ao lado da pessoa mais estranha, confusa e perdida que provavelmente já conheceu, então procuro me lembrar que  me ama. 
Pra mim você não se tornou só o  namorado que eu amo muito, como também se tornou um grande amigo. Alguém que me apoia, me entende e aponta o caminho certo quando não posso encontra-lo sozinho. Te amo por tudo que você é . Te amo por me fazer sonhar. Te amo pra sempre...
           

domingo, 24 de março de 2013

Horizonte...


É possível ver ao longe
Sem saber como ou onde
O horizonte
Brilhando desde ontem

E ele está quase gritando,
Clamando, chamando, esperando
Para poder enxergá-lo é preciso correr como nunca antes
É preciso enfrentar barreiras
Que duram quase vidas inteiras

Porém a recompensa vem pela manhã
Quando já se pode avistar logo ao longe
O Horizonte...
E ele brilha tão distante, a cada instante!  

sexta-feira, 22 de março de 2013

Em memória...

 Desde os meus 7 anos cresci sem a sua presença, aprendi a ignorar o fato de não ter a sua participação no curso da minha vida, porém jamais deixei de  imaginá-lo comigo em todos os momentos. Dia após dia costumava me perguntar: " O que será que ele diria?", "Será que ficaria orgulhos?" 
 Não foi e nem tem sido fácil crescer sem você aqui, sem meu tio preferido, na verdade meu único tio. Jamais entendi o porque, jamais quis entender. As vezes fico pensando qual seria o seu conselho quando necessitasse de um. 
 A uns 3 anos eu escrevo coisas por distração ou sei lá porque, afinal uma das poucas coisas que eu realmente sei é que não sei de nada. Nunca escrevi algo para você... Mas agora, gostaria que soubesse a onde quer que esteja que foi um grande amigo pra mim e até hoje, mesmo não estando mais aqui com a gente  ainda sinto um medo tremendo de te decepcionar de alguma forma. 
 Escrevo para você essas palavras porque todos os dias desde os meus 7 anos falta alguém na minha família. Um amigo, alguém especial, meu tio Anderson... 
             

quarta-feira, 20 de março de 2013

Viver???

     O dia está nublado e chove lá fora, é possível ouvir as gotas pesadas que caem e batem na janela. Olhando para as gotas também é possível senti-las frias e úmidas em um dia como esse. Um banho de chuva seria ótimo e junto com ele a sensação de liberdade pulsante como a vontade de nunca olhar para traz ou voltar.
Ao invés disso, da sensação de liberdade existe o medo crescente de nunca sair, nunca começar a viver verdadeiramente, não sentir as gotas de chuva ou aquela brisa que vem ao amanhecer. Como será viver? Sabe, sem medo de repreensões ou olhares de insignificância nada, nada mesmo pode ser mais frustrante do que o medo de viver e não ter vivido aquilo que sempre achou que era viver de verdade.
Será viver cantar uma música de forma desafinada e sem medo, escrever uma poesia sem fim ou uma epopeia interminável... Como o viver é vivido?
Será possível morrer sem saber o que é  ter vivido?  
          

segunda-feira, 18 de março de 2013

Quantas vezes?

Quantas vezes é necessário derramar uma lágrima para poder ser feliz? Quantas dúvidas terão que existir para a resposta certa surgir? Quantas pessoas nos deixaram para podermos entender o sentido da perda? Quanta censura cabe em uma mente de ideias para que essa grite por liberdade? Quantas palavras cabem em uma frase para expressar sentimentos? Quantas desilusões se pode aguentar, ates de querer fugir para não mais voltar? Quantas vezes será necessário cair para aprender como levantar?  
     

sábado, 16 de março de 2013

Observe...

  O que você observa enquanto a noite cai e está indo ou voltando de algum lugar? Quando pode observar o mundo fora do carro ou ônibus em que está? Quem e o que você vê? Muitas vezes é confortável olhar para o outro lado ou apenas fechar o vidro para não perceber aqueles que estão lá.
Pela janela, junto com o por do sol é possível ver pessoas que não tiveram a mesma oportunidade que eu e você, pessoas que tem o destino entregue ao acaso. Junto com elas existem drogas, prostituição, fome, frio e outras coisas que não podemos ver e nem mesmo imaginar.
Dia- após- dia, tentamos ignorar a realidade que esta fora do nosso cômodo mundinho de egoísmos e fingimos não ver, aqueles que assim como nós são pessoas que existem. 
                

quinta-feira, 14 de março de 2013

"..."

   Talvez nada faça o menor sentido agora. Talvez amanhã o dia esteja chuvoso e as esperanças nulas talvez o amor tenha acabado ou começado. Pode ser que a campainha toque e alguém inesperado chegue ou o que receba uma ligação com uma terrível notícia.
   Quem sabe o som daquela musica que ecoa por dias quebre a solidão e leve pra longe a infelicidade. Bem possivelmente um dia algo de fantástico, como admirar estrelas ao anoitecer vai se tornar um fato corriqueiro nos dias que seguem...  
      

terça-feira, 12 de março de 2013

Terra do Nunca...


Crescer. 7 letras que formam uma palavra que significa desenvolver-se. Significa trilhar novas estradas diferentes das estradas trilhadas antes. O mais difícil é começar a estrada sem olhar para aquelas coisas que vão ficando cada vez mais longe e apenas se tornam lembranças, tristes ou felizes que às vezes se refletem por muito e muito tempo.
Trilhar essa estrada não é algo fácil, não existe um planejamento que diga quando começar e nem para onde ir e o que fazer, mas é necessário trilhá-la. Não se pode ter medo de seguir, nem de enfrentar os desafios que surgem. O dia de sair por ela pode não ser o esperado, pode ser o dia seguinte ou o anterior, ele pode demorar um pouquinho mais que o previsto e podem acontecer imprevistos pelo caminho, mas ele chega.
Antes de percorrer a estrada que significa crescer, não podemos esquecer que a estrada que nos trouxe até aqui já foi longa. Quando passamos por ela nos tornamos críticos, idealistas, sonhadores, práticos, criativos, formamos nossa identidade existencial que nunca outra pessoa vai poder apagar, pois é algo completamente nosso.
Existiram pessoas que nos fizeram sorrir e fizeram com que tudo fizesse sentido, enquanto outras nos decepcionaram e passaram a fazer com que coisas fossem quase impossíveis de serem realizadas ou alcançadas. Pessoas que amamos e outras que infelizmente aprendemos a odiar ou desprezar.
Durante a estrada cantamos sem saber a letra, choramos, gritamos, sofremos, perdemos, construímos, magoamos, sorrimos, amamos, lutamos, dançamos, pulamos e continuaremos fazendo isso da que pra frente.
Concluí observando diversas pessoas a minha volta, que quase tudo é possível enquanto crescemos e algumas mancadas fazem parte do processo! Demora pra cair a fixa de que não se é mais uma criança, mesmo por que, são tantas as coisas que chegam ao mesmo tempo e nunca foram sentidas antes e não há como saber o que é o que. A terra do nunca não existe, mas se existisse não seria legal passar muito tempo por lá e perder a oportunidade de criar o seu próprio mundo aqui mesmo, com as pessoas que ama tanto...  
                       

domingo, 10 de março de 2013

Caminho Percorrido...


Aquele mesmo caminho, feito muitas e muitas vezes com sorrisos, duvidas e pressa para contar uma grande novidade. Até que chega o dia de fazer tal caminho pela ultima vez. Nada pode descrever a sensação de percorrer em segundos tudo o que já foi percorrido, nem que seja apenas com aquela seção de lembranças felizes que percorre sua mente em um minuto.
O meu caminho naquele dia foi pequeno, mas sei que ainda tenho muito o que percorrer, assim como ela que é minha irmã, amiga, alguém com quem sempre pude contar e nunca me deixou só. Teremos lembranças de muitos momentos: correr na chuva, fogueira no acampa, brexós, Chorando no teatro, cozinhando e arrumando o jeans. Compartilhamos de tudo durante esses anos, peço a Deus todos os dias que multiplique a nossa amizade e que ainda possamos compartilhar outras aventuras de nossas vidas! Aventuras de gente grande... 
              

sexta-feira, 8 de março de 2013

Nada é por acaso...

Tudo na vida tem um porque e um pra que. Olhares, atrasos, desventuras e mudanças de planos. Existem compensações para isso que de cara não são entendidas, precisam de uma longa reflexão. As surpresas estão  no combinado que não deu certo, na ligação não atendida, no anel perdido, nas aproximações repentinas.
Quando uma porta de fecha com uma batida estrondosa, outra se abre lentamente isso pode não ser notado brevemente, mas que outra explicação teria para essa vida tão cheia de idas e vindas? Destino? Talvez...
Nada, absolutamente nada, acontece em nossas vidas por acaso, independente dele ser bom ou ruim. Na verdade esses acasos podem ser apenas mau interpretados em determinadas situações.
Na maior parte dos dias que rege o curso natural da vida, nada de surpreendente ou mágico acontece, são apenas dias repetidos com sofrimentos contidos ou felicidade inexplicável, enquanto que de repente em um dia específico tudo muda a nossa volta mesmo que não exista uma mera percepção.
Um dia, um encontro, um atraso, um não, um talvez, tudo tem um significado.
     

quarta-feira, 6 de março de 2013

Mais que tudo...


Se eu te entregar meu coração você promete cuidar dele? Promete não magoá-lo? Vai tentar ter paciência durante as minhas falhas e ataques de nervos?  Vai dar valor a cada verso letra ou ponto que eu escrever sobre ti? Vai entender minhas esquisitices e vai se adaptar as minhas manias.
Promete que se um dia acabar não vai me dizer algo vazio, mesmo que já não me suporte mais, não vai fazer com que eu queira correr pra nunca voltar e nem com que eu sinta a dor de te ver partindo com tudo aquilo o que eu sinto por você agora. Promete que vai pelo menos tentar?
De que adianta você prometer, agora é tarde, já te entreguei o meu coração agora ele já te pertence. Na primeira vez que você me beijou eu sabia que ele ia ser seu. Agora eu escrevo pensando em você, acordo e vou dormir pensando em você. Agora eu sinto aquela felicidade incontida quando te encontro e aquela tristeza seguida de uma saudade sem fim quando tenho que me despedir. Agora já é tarde, pois eu te amo mais que tudo no mundo... 
         

segunda-feira, 4 de março de 2013

    " Palavras, apenas palavras
      Pequenas, grandes e constantes
      Capazes de ferir
      Ou fazer sorrir
      Podem por vezes mentir,
      Construir ou destruir.
      Servem também para fingir.
     
      Palavras, apenas palavras
      Ditas de dia, de noite ou de madrugada
      Trazem lembranças da pessoa amada.

      Palavras, belas palavras
      Todo o tempo são pronunciadas
      Nos fazem felizes e ao mesmo tempo tristes
      Indecisos e pensativos.
      Palavras, PALAVRAS, palavras..."