sábado, 24 de novembro de 2012

Foto roubada...


Devo estar ficando louca, ou posso não estar vendo com clareza as coisas. Cai em um abismo tão fundo e tão indelicado que já não sei distinguir meus sentimentos. Não sei perceber coisas que fazem a diferença, mas eu tenho medo, muito medo. Todos os dias acredito que só afasto pessoas, são pessoas que eu me importo, que amo, pessoas que eu queria por perto.
Tento interpretar lentamente a expressão que vejo cada centímetro e não muito tempo depois já posso ter aquela imagem guardada na minha mente, ainda não sei o que significa, temo não descobrir e novamente deixar passar.
Roubei sim aquela foto, não me envergonho. Alguma coisa na expressão dele me trazia de novo para um mundo onde um coração pulsando forte é real, onde se da importância para horas de conversas em um simples chat e onde alguém presta total atenção em você.
Às vezes penso estar fazendo algo de errado, tenho medo de voltar e arriscar toda a segurança que acabei de construir novamente. Volto a insistir, tenho medo de serem apenas devaneios... 
              

Nenhum comentário:

Postar um comentário