sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Pergunto-me.


Pergunto-me se ele existe, se está por ai inquieto buscando uma causa para defender um motivo para levantar-se de manhã. Cada dia que passa, penso que a existência dessa pessoa não passa de um mero sonho existencialista. Por sua vez esse alguém não existe e eu, apenas sonho acordada com a possibilidade frustrada de fazer com que tal pessoa exista e ponto.
Gostaria de moldar esse alguém, pode ser que só assim passe a existir. Muitas vezes me vi como único problema o que me levou a frustração, que infeliz viver de uma maneira frustrada e perceber memórias de coisas que nunca aconteceram realmente. E saber que são apenas frutos da imaginação. 
      

4 comentários:

  1. Olá adoro o teu blog e gostaria de conversar mais contigo, te conhecer melhor, tornarmo-nos amigas virtuais.
    Era um prazer...
    dá-me o teu email que eu te dou o meu: carlotacoelhobloguer@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Que bom que vc gosta do meu blog... Muito Obrigada.
    Então adiciono vc sim eu tenho um e-mail a disposição só pra assuntos do blog é o pamela_oliveira.b@hotmail.com
    até...

    ResponderExcluir
  3. É verdade você tem razão.. que coisa louca esses nossos pensamentos né? tem momentos que não consigo entender....
    Beijos, amiga! saudades!!

    ResponderExcluir