domingo, 30 de setembro de 2012

Relativismos a parte.

No fim das contas é o que sempre parece ser. Um sorriso bonito não sorri pra você, o olhar que você pensou dizer uma coisa, no fim das contas quer dizer algo completamente diferente. São os simples enganos da vida eles fazem a gente perder um pouco de tempo mas podem servir pra alguma coisa positiva. Podem servir de criatividade ou de motivação, pois como li no face esses dias "até um pé na bunda te da um empurrãozinho"! O problema é quando não se encaram essas coisas ou desencantos como coisas positivas e sim como desgraças do mundo ou conspirações feitas unicamente pra nos deixar pior. Sim, o cumulo do absurdo é acreditar que a vida é uma conspiração cósmica que envolve apenas o azar sem fim.
  Tudo é questão de ver a vida de uma perspectiva mais ampla: e dai se você teve dois namorados que te fizeram sentir como uma idiota? Se cada dia que passa você se sente mais confusa sobre tudo? Que você sente muito por um dia ter se apaixonado pelo seu melhor amigo e ainda não saber nada sobre isso, mesmo depois de 4 longos anos, e dai que o ensino médio está acabando e você morre de medo de fracassar em tudo que sempre quis graças ao seu medo hipócrita, se tem medo de perder as suas melhores amigas por conta da distância. 
  Sorria, pare de pensar nisso, enquanto você choraminga crianças dormem no relento, enquanto você se sente um fracasso adolescentes sem oportunidades se perdem no tráfico de drogas, enquanto reclama da ausência de alguém importante, pessoas são sozinhas e não tem ninguém com quem contar. Faça um favor a sim mesma e seja menos egoísta. 
 Essas podem ser apenas palavras escritas e espalhadas de uma pessoa sem moral, mas já parou pra pensar no quanto somos egoístas e egocêntricos? Aposto que não. 
              
             

Nenhum comentário:

Postar um comentário