quarta-feira, 20 de junho de 2012

Silêncio...

Sinônimo de desespero ou uma incompatibilidade enorme. Talvez se tudo fosse um conto de fadas o silencio não existiria para chegar frio, invadindo o pensamento e a existência das pessoas. 
O silencio quer dizer que não há mais nada para ser dito, e isso significa que tudo foi em vão, o silencio pode simbolizar todas a quelas tardes cinzas em que olhando pela janela pensava em quantas vezes ia chegar a sensação de vazio que sempre chegava sem avisar e demorava até ir embora. Sensação essa que ainda vem tomando conta de tudo sem pedir licença. Chega, e vai embora, chega e vai embora, repetidas vezes. 
O silêncio significa o desespero de alguém quando não sobra nada pra ser dito, os dias não são mais coloridos, são cinzas, as músicas não são mais alegres, são tristes. E o que fica é a insistência sem resultado de consertar tudo. Consertar como? Se a culpa de tudo não é tão nossa, a nossa culpa exclusiva é sempre uma só: nos apaixonar outra vez para viver nesse mundo cinza cheio de silêncio!!! 
     
 

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Flores, Amores e blá blá blá...

É  bem engraçado quando a gente ama. Na verdade é como se as vezes perdêssemos um pouco a noção de algumas coisinhas básicas, coisas como: tempo, espaço, e prioridades. Tudo pode mudar de uma hora para a outra, é tão bipolar.
A gente muda e as vezes mudamos até um pouco da pessoa que está do nosso lado, mas será que vale a pena mudar por alguém? Sabe, eu penso que não, porque a pessoa quando ama tem que aceitar as diferenças, e também tem a quela:  será que alguém estaria realmente disposto a mudar e fazer coisas por NÓS  quando fosse a hora? Nem sempre essa resposta é positiva.
A vida é mais do que esse achismo sobre o amor, é como se um dias tudo realmente fossem " Flores amores e blá blá blá." e no outro tivesse mais para " Eu me sinto uma estrangeira, passageira de algum trem que não passa por aqui e não passa de ilusão."
Então tente ver o que quer, pode ser bem complicado, mas é muito melhor do que ficar no bom, velho e complicado " E se..."
E se eu não tivesse feito isso o que teria acontecido....? 
   

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Plano de Fuga...

Algumas vezes nos achamos em situações que realmente são esquisitas. As vezes é até como se fossemos colocados em um lugar que não é nosso, acordar e perceber que o que estamos fazendo não é o que queríamos, muito menos o que julgávamos ser o certo.
Parece que acordamos de um pesadelo e de repente estamos lá, lá aonde não é o lugar certo ou situação certa em que queríamos estar. A partir deste momento, passamos a planejar coisas para escapar dessa situação ou momento, porém não aparece nada pronto para isso. 
O pior de tudo é quando tem alguém que nos prende a isso tudo, se sentir preso a alguém não pode ser uma saída para nada. Por isso se tem algo, alguém ou até mesmo uma situação te prendendo ou te impedindo de fazer suas coisas e ter sua própria vida, trace um plano de fuga para longe de tudo isso!    
        

quinta-feira, 7 de junho de 2012

10 Coisas que eu Odeio em Você...

 Odeio o seu jeito despreocupado...
 Odeio a forma como você faz piada de tudo o tempo todo...
 Odeio como eu não consigo, ficar brava com VOCÊ nem um minuto se quer...
 Odeio quando você me da a quelas respostas que me deixam nervosa...
 Odeio a capacidade que tem de me tirar do sério...
 Odeio quando me faz rir, quando eu quero brigar com você...
 Odeio a forma como você faz as coisas parecerem fáceis.... (eu sei que elas são e eu faço muito drama, mas é só as vezes.)
 Odeio quando você ri e eu tento falar sério...
 Odeio quando você reclama do meu futuro fusca... kkkkk 
E o que eu mais odeio, é ter que escrever todas essas coisas e saber que eu não odeio nenhuma delas de verdade. Porque o que eu sinto no fim das contas vai além disso tudo...
   
           

terça-feira, 5 de junho de 2012

Além da Mascara

Hoje eu tive uma conversa com alguns amigos, uma conversa bem esclarecedora na verdade. Era uma conversa sobre pessoas que fazem de tudo para estragar a felicidade da outra, estávamos nos perguntando o porque de ter gente assim e o que os leva a fazer isso. 
Para muitos é muito complicado olhar além da mascara, olhar o que tem por traz de muitas pessoas. As vezes nos deixamos levar por um sorriso ou um gesto amigo que podem ser falsos, e quando percebemos pode ser tarde. 
Isso não quer dizer "ser paranoico", muito pelo contrario, quer dizer ser que somos cautelosos com as pessoas que nos cercam e isso não é errado. E quantas vezes já não cruzamos com pessoas que queriam o nosso mal, sem motivo? Por tanto, tente ver além das mascaras que te cercam, pois existem pessoas muito boas que nos fazem muito bem, mas existem pessoas más que podem nos trazer só coisas ruins! 
        

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Romeu e Julieta...

Era uma vez uma versão nada convencional dessa história. Romeu e Julieta não se conheceram em um baile e nem em um lindo bosque, se conheceram por acaso em um lugar onde muitas pessoas se conhecem a toda hora em várias temporadas. Se conhecer era um fato absolutamente normal para todos.
Foi lá que aconteceu o começo da história. Romeu era um carinha meio desengonçado sem muito jeito com as coisas mas era muito engraçado e uma das poucas pessoas do lugar que curtia um rock. Julieta, era uma menina com um lindo cabelo liso que não encantava muitos garotos, mas por algum motivo, encantou Romeu. Ela era muito decidida e se sentia completamente perdida. 
Ficaram amigos, e o tempo que passaram juntos foi pequeno. Nesse tempo se identificaram de uma forma muito, muito estranha. Lá compartilharam segredos, tombos e baboseiras adolescentes. Quando voltaram a vida normal, a "realidade" como costumava chamar Romeu, sentiram uma necessidade bem grande de se encontrarem e essa vontade crescia como tinha de ser. E foi crescendo até que essa vontade se transformou em um namoro que foi lindo. 
Só que toda história de amor, tem um fim trágico. Romeu e Julieta não ficaram mais juntos por conta de uma resposta ao vento, os pais de Julieta proibiram o namoro e tudo se acabou. No fim o amor não era tão grande para suportar tudo e todos, todas as promessas se foram.
O que sobra hoje, não é arrependimento e sim o sentimento de ter valido a pena. Por conta de tantas lembranças que até hoje fazem o coração de Julieta dispararem ao som de uma música qualquer...
                       FIM...
 "Wake me up when September Ends..."