sábado, 31 de março de 2012

"?"

Você já se sentiu vazio por algum motivo, ou por vários? Já teve raiva de si mesmo? Já pensou em correr sem saber para onde? Já quis desistir? Já sentiu o fracasso chegar sem conseguir imaginar uma maneira de fugir? Já desistiu de tudo o que quis sem saber o porque?
 Se nunca passou por nada disso, se não se identificou com nenhuma dessas perguntas então  considere-se com sorte, pois é sinal de que não esta sofrendo. É  tão estranho falar sobre sentimentos assim, chega a ser até egoísmo, pois existem pessoas no mundo com problemas mil vezes maiores que os nossos e elas muitas vezes nem reclamam de passar por eles. 
 Espero que o tempo livre todos que passam por esse sentimento, pois eu no momento, não posso entender o que tudo isso significa, mas tenha certeza que eu gostaria de saber o porque, de termos que passar por tudo isso.
   
   

quarta-feira, 28 de março de 2012

Ser Diferente...

Muita gente diz que ser diferente é normal. Só que ninguém para muito pra pensar se quando diz essa frase, aceita o que esta dizendo e aceita as pessoas diferentes como elas são. Não basta dizer essa frase da boca pra fora, se você diz que é normal então tem que aceitar. Pelo menos é assim que eu penso. 
Imagina se todos no mundo fossem iguais, não ia ter a menor graça. Seria como abrir uma caixa de bom bom na páscoa e todos eles terem o mesmo gosto, seria chato e frustrante!
É tão legal ter a quele a migo ou amiga que é diferente, ele pode ter um jeito um pouquinho estranho mas pode também ser uma pessoa muito inteligente e legal para conversar ou sei lá um excelente escritor por exemplo! 
 Deveríamos mudar essa frase que eu comecei o post, a frase deveria ser assim: " Ser diferente é legal". Então se você é diferente por algum motivo se orgulhe por isso, significa que você não vive na mesmice das outras pessoas, das pessoas "normais"!   
     

sexta-feira, 23 de março de 2012

Garota não pratica.

Lize era uma garota legal. Ela era um pouco diferente das outras garotas, tinha uma habilidade muito prática de ser amiga de meninos, não que não tivesse amigas meninas, mas ela achava muito mais fácil e prático ter amigos meninos. Porém Lize imaginava o dia em que conheceria um menino diferente de todos os amigos que já tivera e parecia ser uma coisa muito distante.
 Durante alguns devaneios que teve, ela se via em um grupo só de meninas e imaginava como seria, pois as vezes achava que se fosse assim o tal menino que a entenderia chegaria mais fácil, assim como acontece com suas poucas amigas, mas logo afastava de si essa ideia. Talvez muitas meninas gostariam de ser como a Lize: práticas.  
 Um dia então aconteceu, Lize viu um menino entrando na biblioteca e pela primeira vez, se sentiu nervosa não sabia o que fazer, não sabia o que falar, nem a onde ir. Nesse momento ela se sentiu como qualquer outra garota não pratica. Seus amigos não sabiam nada sobre a quele menino, mas ela queria saber tudo. Passou a observar que ele ia todo dia á  biblioteca, demorou mas depois de um tempo ela foi falar com ele.
A Principio eles não ficaram amigos, eles implicavam um com o outro o tempo todo, tudo o que ela falava ele rebatia e vice e versa. Depois de algumas semanas, ela demonstrou que merecia a confiança dele e foram ficando cada vez mais amigos, e Lize ia gostando cada vez mais dele. Porém, nunca falou de seus sentimentos para o garoto, muito pelo contrário quando seus amigos diziam que ela gostava dele, negava. 
 Um certo dia o "amigo de Lize" disse que pra ele, Lize era como uma irmã, ela sabia o que isso significava, pois seus amigos diziam isso o tempo todo, mas essa foi a primeira vez que  se sentiu chateada com isso. Após esse episódio Lize se acovardou e nunca disse nada para ele, passou a gostar de outros meninos mas nunca Como gostava do "amigo". 

   
 Bom, eu não costumo escrever muitos textos assim, não sei nem se ficou legal, porém um amigo meu que escreve muitoooo me sugeriu fazer um texto diferente dos que eu estou acostumada a escrever, então se você perdeu seu tempo lendo isso culpe o meu amigo, ahahahhaha brincadeira, culpe a mim porque não sou tão criativa como gostaria! 
 Obrigada Otavio por corrigir meus erros de concordância, ou pelo menos por tentar. 

 


domingo, 18 de março de 2012

Sorrisos.

A vida é engraçada. Deve ser por isso que a gente tem a habilidade de mostrar um sorriso, quando estamos desmoronando por dentro. Muitas vezes dizemos que está tudo certo quando não está e são poucos os que notam, pra que notar? A maioria das pessoas já tem os próprios dramas para se preocupar. 
 Não estou dizendo que quero que todo mundo saia por ai "tomando os dramas dos outros". O que eu quero dizer é que a gente está sempre tão ocupado com coisas a toa, que não paramos pra perceber coisas que fazem parte de nós e nem notamos, ou se notamos é tarde de mais. E eu vou falar, até mesmo eu que costumo achar que a vida é um conto de fadas, sei que o tempo não para e nem volta para podermos ajustar coisas.
 Então por favor se você tem algo a dizer, DIGA não espere, não protele e o mais importante não tente tirar da cabeça porque vai voltar de novo e de novo as vezes de uma forma tão sutil que ainda insistimos que a situação está sobre controle! 
 Lute pelo o que quer, se não vai ter que sustentar um sorriso, que não queria mostrar e terá que dizer frases que não soam falsas até mesmo para você!  
      

sexta-feira, 16 de março de 2012

Promessas.

 Nunca prometa nada que você não possa cumprir. Da mesma forma como nós nos enganamos com promessas, podemos enganar também. Toda a vez que você sentir vontade de prometer algo que não pode cumprir, pare e pense na situação inversa, em alguém prometendo pra você o que não pode cumprir! 
 Infelizmente a gente só pode enxergar que não pode cumprir uma promessa depois que prometemos, não cumprimos e magoamos uma pessoa. Creio que isso não seja completamente culpa nossa, no momento das promessas estamos entorpecidos com o sentimento de que tudo vai dar certo, só que não podemos prever ao certo, se vai mesmo.
 Quando for prometer algo, qualquer coisa, pense antes e lembre-se que não temos como prever nada, pois não sabemos o dia de amanhã! 
     

quarta-feira, 14 de março de 2012

A Verdade é Libertadora...

Tem uma musica do Legião Urbana, que diz assim: " Mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira". Eu concordo. Quantas vezes mentimos pra nós mesmos, a fim de nos enganar para que as coisas fossem mais fáceis de aguentar? Ou sustentamos uma situação insustentável só pra atrasar uma coisa que já era inevitável?
O pior de se fazer isso, é  que quando a gente não consegue mais mentir, e "descobre a verdade" é como se um castelo de cartas despencasse de uma só vez e pode apostar que não sobra nada . É  muito pior, pois depois ficamos pensando e repensando em coisas que não  deveríamos, muitas vezes tentamos novamente mentir e nos enganar. Seria tão bom se tudo o que acontece em nossos devaneios diários se tornasse realidade de algum modo. Mas já que isso não acontece, eu tenho um conselho: Não minta pra si mesmo, pois de um jeito de outro é você quem vai descobrir a verdade!
 Eu sei que esse conselho é difícil de seguir...   
     

sábado, 10 de março de 2012

Ao alcance de Nossas Mãos...

É tão estranho perceber que tudo o que imaginávamos estar tão longe agora está perto, quase ao alcance de nossas mãos. Tudo parecia ser tão mais fácil antes. O que foi que aconteceu no meio do caminho para que as coisas ficassem tão complicadas? Não sei, talvez seja assim mesmo, quando crescemos o grau de dificuldade da vida aumenta, deve caber a nós nos ajustar a ele!
 Mas penso que em alguns pontos é bom que isso aconteça, pois significa que estamos amadurecendo e um dia vamos ser adultos. Legal né? "Ser adultos". Ainda não sei como vai ser, mas espero ser uma adulta legal! :) 
 

quinta-feira, 8 de março de 2012

Um Lugar só seu...

Quem nunca foi "tele transportado" pra um lugar inteiramente seu? Onde ninguém entra, onde ninguém sabe o que existe, onde é você mesmo quem determina quanto tempo ficar! São pequenos momentos em que nos desligamos do que estamos fazendo e vamos até lá e quando voltamos normalmente temos um sorriso no rosto!
O que tem nesse lugar? Bom ai depende, depende da imaginação e lembranças boas de cada um. O que eu sei é que esse lugar é onde podemos ver tudo o que queremos e lá não existe dor nem lágrimas, somente o que nos deixa feliz. Os momentos em que vamos até lá podem até ser poucos mas valem a pena!
       



segunda-feira, 5 de março de 2012

A Falta que me faz...

 Mesmo que eu tente, mesmo que eu insista profundamente em me enganar,  dentro do meu coração ainda  tem um pouco de você, eu não consigo me livrar disso! Me lembro com perfeição de muitos momentos, mesmo que eu não tenha mais as fotos.
Lembro do que dizíamos um para o outro, lembro das vezes em que a gente ria sem motivo, lembro das horas de conversas que tínhamos todos os dias, lembro da cor dos seus olhos, lembro da gente quase morrendo atropelados para atravessar a rua. Lembro dos filmes que vimos e me lembro do que prometemos um ao outro, promessas que não aconteceram... 
Culpa minha? Culpa sua? Não sei, nunca vou saber, só sei que  sinto a sua falta onde quer que eu olhe e o que quer que eu faça lembra você de um jeito ou de outro.
 Eu sei que não vão voltar a existir as horas de conversas nem as brincadeiras tontas, você não vai mais cantar comigo músicas sem saber a letra, não vai me abraçar e a quela varanda, todas as vezes em que eu olhar, vai estar vazia igual ao meu coração. Vazio. 
      

sábado, 3 de março de 2012

Tá Bom

 Duas palavrinhas, bem pequenas que podem ser libertadoras e ao mesmo tempo te deixar com muita raiva do mundo. O fato é que eu ainda não entendi muito bem o sentido delas, to meio que perdida nesse sentido, mas enfim!
 O que eu quero dizer com isso é: existem milhares de coisas que podem acabar com uma coisa bacana e legal e que nos fazia sentir bem. Não precisa ser necessariamente essas duas palavrinhas, pode ser qualquer outra coisa.
 Não deixe essas coisas pequenas acabarem com tudo, porque depois elas geram arrependimento seguido de confusão!