quinta-feira, 7 de abril de 2011

Luto...

      Eu queria começar esse post expressando os meus sentimentos pelos pais, familiares,colegas e amigos das vítimas do que aconteceu naquele  colégio no Rio de Janeiro...
      Quando tantas vidas são interrompidas dessa forma não se sabe muito como escrever, o que eu gostaria de falar é que do meu ponto de vista isso foi uma crueldade porque muitas das vitimas eram apenas crianças, em um colégio estudando como vários de nós fazemos todos os dias. E não adianta arranjar uma causa para o assassino ter feito o que fez, pois nada justifica tanto sangue frio.
     Hoje enquanto assistia o jornal com a cobertura do caso, os jornalistas mencionaram o bullying, como uma possível causa para o que o homem fez, é esse o ponto que eu quero discutir com esse post, pois não é só porque uma pessoa já sofreu bullying que vai ter um perfil psicológico agressivo, por favor assim a mídia generaliza as coisas, colocando quem sofre bullying como "mau" e quem faz, como vítima, é lógico que existem casos e casos, mas não se pode generalizar de forma nenhuma, porque ninguém é igual a ninguém!
     Continuo a insistir sim, que deve ser feita alguma coisa para acabar com esse problema, pois hoje ele está influenciando até na vida adulta das pessoas que passaram por problemas no passado, mas de forma nenhuma justifica-se o que aquele homem fez essa manhã com o bullying! 
   Gostaria também de publicar um trecho da carta que o assassino deixou:
     
    “Primeiramente deverão saber que os impuros não poderão me tocar sem luvas, somente os castos ou os que perderam suas castidades após o casamento e não se envolveram em adultério poderão me tocar sem usar luvas, ou seja, nenhum fornicador ou adúltero poderá ter um contato direto comigo, nem nada que seja impuro poderá tocar em meu sangue, nenhum impuro pode ter contato direto com um virgem sem sua permissão, os que cuidarem de meu sepultamento deverão retirar toda a minha vestimenta, me banhar, me secar e me envolver totalmente despido em um lençol branco que está neste prédio, em uma bolsa que deixei na primeira sala do primeiro andar, após me envolverem neste lençol poderão me colocar em meu caixão. Se possível, quero ser sepultado ao lado da sepultura onde minha mãe dorme. Minha mãe se chama Dicéa Menezes de Oliveira e está sepultada no cemitério Murundu. Preciso de visita de um fiel seguidor de Deus em minha sepultura pelo menos uma vez, preciso que ele ore diante de minha sepultura pedindo o perdão de Deus pelo o que eu fiz rogando para que na sua vinda Jesus me desperte do sono da morte para a vida.”
g1.com.br 
   veja.com.br

6 comentários:

  1. realmente as pessoas devem prestar mais atenção para que por esse problema isso não se repita...

    ResponderExcluir
  2. Isso pode soar para muitos como um alerta mas para muitos vai ser considerado uma fatalidade!!!

    ResponderExcluir
  3. É verdade...
    temos que cobrar soluções para que isso não se repita!!!

    ResponderExcluir
  4. foi uma coisa horrivel mesmo,fatalidade, e claro uma covardia e tanto. Acredito que o Bulling tenha sim um reflexo em tudo isso..mass claro não justifica, ele era esquizofrênico e louco....Espero que aja um debate serio nas escolas, q eu sei não dão a minima para quem sofre bullyng

    ResponderExcluir
  5. realmente como eu disse neste post não da para generalizar... nem todas as pessoas que sofrem bullying vão ter esse comportamento, e eu também tenho essa certeza de que ele era um rapaz desequilibrado, e que nada jamais vai justificar oq ele fez...
    mas mesmo assim, como vc disse tem que haver um debate sim...
    Obrigada pelo coments!

    ResponderExcluir